Dançando Entre Lírios mortos,Livro de poesias de Marcos Antônio Filho(Fábrica de livros,15 Reais)
maiores informações em marcos.antoniofilho@gmail.com ou no próprio blog

quarta-feira, 28 de março de 2007

O meu amor ainda está comigo

Alguém noticiou em uma esquina
Que o meu amor tinha morrido.
E que confirmou ter assitido
O pobre amor desfalecer na sua trsite sina.

Ao saber fico chocado e estarrecido
Vendo meu amor virar fofoca
Tenho a certeza de que ele ainda toca
O peito sofrido,ele ainda está comigo.

Quero que a poesia apodreça
Se eu estiver a mentir.
A esquina continua a proferir
Calúnias amororsas,impedindo que eu a esqueça

Sujeito triste e sem amigo
Este que aos gritos cala meu sentimento
Ingenuo, pois eu sei o que está aqui dentro
Do meu peito sofrido,o meu amor ainda está comigo.

Um comentário:

Hebe disse...

oi...acho que somente nos é que podemos dizer o que se passa dentro da gente,pois ninguem sente,ninguem ve...o amor é a unica coisaque temos e que e somente da gente,somente nos sentimos...e quando o coração e o amor nos da essa certeza,de que o amor esta ali,e pq o amor e verdadeiro...pois passa a ser dois corações sentindo,e isso fica ainda mais forte...adorei,beijos no coração...Hebe