Dançando Entre Lírios mortos,Livro de poesias de Marcos Antônio Filho(Fábrica de livros,15 Reais)
maiores informações em marcos.antoniofilho@gmail.com ou no próprio blog

segunda-feira, 26 de março de 2007

Dançando entre Lírios mortos

poema que batizou o meu livro
prestem atenção no poema,que haverá promoção com ele...

Eu vivo assim.
No limite da loucura,
Em busca da sabedoria.
Eu vivo assim.
Limpando a minha alma impura
Cultuando a melancolia.
Eu vivo assim.
Mostrando ingenuidade
Nutrindo sentimentos tortos.
Eu vivo assim.
Procurando a felicidade
Dançando entre Lírios mortos.

Eu vivo assim.
Tendo idéias brilhantes
Diante de todos os fracassos.
Eu vivo assim.
Perdendo instantes
Programando meus passos.
Eu vivo assim.
Chorando sozinho
Por andar entre corpos.
Eu vivo assim.
Estou seguindo meu caminho
Dançando entre Lírios mortos.

Eu vivo assim.
Aceitando a minha dor
Que revolta minha rotina.
Eu vivo assim.
Agindo com torpor
Ao que passa pela minha retina.
Eu vivo assim.
Morrendo em cada segundo
Solitário como os velhos portos.
Eu vivo assim.
Versando a fúria do mundo
Dançando entre Lírios mortos.

Um comentário:

Hebe disse...

oi...e lindo,gostei demais...sorte para vc,que vc consiga realizar todos os seus sonho...beijo,te gosto tantãooooooo.Hebe